Escolha uma Página

Atualmente, o estresse é conhecido como o mal do século. E não é para menos: tratado pela OMS (Organização Mundial de Saúde) como uma epidemia global, estima-se que 90% da população mundial sofra com esse problema. E o estresse no trabalho tem uma grande parcela de culpa nesses números.

Nós passamos a maior parte do dia trabalhando ou pensando no trabalho. Por isso, é importante que saibamos lidar com a pressão para que nossos corpos e mentes não sofram, a longo prazo, os efeitos nocivos do estresse.

Pensando nessa realidade, preparamos este post com informações interessantes sobre o estresse e como superá-lo. Continue a leitura!

O que é o estresse?

Pode-se resumir o estresse em dois aspectos: a percepção psicológica da pressão e a resposta do corpo a ela. O evento estressante secreta uma cascata de hormônios na corrente sanguínea, incluindo adrenalina e cortisol. Em geral, leva algum tempo para o corpo se acalmar após a resposta ao estresse ter sido desencadeada.

Tal mecanismo foi, e é, essencial para a sobrevivência das espécies. Em caso de perigo, as reações começam a acontecer e tornam o indivíduo mais apto a escapar. No entanto, com isso acontecendo frequentemente, em atividades cotidianas, os órgãos e sistemas do corpo passam a ser lesados por estímulo excessivo.

No âmbito profissional, o estresse é mais comum nas áreas de serviços públicos como educação, saúde, administração pública e assistência social. No entanto, funcionários de qualquer área estão sujeitos a sofrer com esse mal.

Os principais fatores causadores de estresse no trabalho são: o medo de perder o emprego, a pressão, a carga de trabalho, os prazos apertados, muita responsabilidade e a falta de apoio gerencial.

Quais os principais sintomas do estresse?

Embora cada pessoa sinta o estresse de forma diferente, alguns sintomas físicos e psicológicos podem indicar que alguém está sofrendo com ele. Como exemplos, podemos destacar:

  • boca seca;
  • taquicardia;
  • dores de barriga;
  • dores (e tensões) musculares;
  • dor de cabeça;
  • dificuldades na respiração;
  • suor excessivo;
  • tontura;
  • insônia;
  • diminuição da libido;
  • apatia;
  • isolamento social;
  • ansiedade excessiva;
  • irritação;
  • dificuldade de concentração.

Além disso, não é incomum que pessoas que sofrem com estresse excessivo exagerem na ingestão de comida, no consumo de bebidas alcoólicas e até no uso de drogas, como forma de escape.

O que o estresse pode causar?

Além dos problemas pessoais, sociais e profissionais, o estresse também pode trazer (ou aumentar as chances de surgir) diversos problemas na saúde, inclusive relacionados à saúde mental. Entre eles, podemos citar:

Devido a esses problemas, diversos estudos fazem a relação entre o estresse no trabalho e a morte precoce.

Como lidar com o estresse?

Nas últimas décadas, estudos demonstraram a importância do engajamento regular em atividades diversificadas com o objetivo de contornar a resposta ao estresse.

Além disso, já que essa resposta se inicia no cérebro, os pesquisadores estão trabalhando em uma maneira mais efetiva de desarmá-lo, buscando alterar, por exemplo, a percepção de certos tipos de situações para que não sejam vistas como estressantes em primeiro lugar.

As pesquisas mostram que isso pode minimizar os efeitos negativos do estresse. Além disso, essas atividades também podem contribuir para questões de efeito positivo como aumento na atenção e processamento mais rápido de informações, os quais geram uma melhora significativa na produtividade.

Confira, então, algumas dicas de como lidar com o estresse:

Cuide da alimentação

Com a correria do dia a dia, o descuido com a alimentação acaba se tornando rotina. No entanto, a comida é o nosso combustível e precisamos dela para executar nossas atividades adequadamente.

Opte por comidas mais saudáveis no seu cotidiano, procure comer com calma e evite pular refeições. Caso contrário, entre os variados efeitos negativos que uma má alimentação pode causar estão uma desatenção na execução de tarefas e uma maior propensão a cometer erros.

Pratique exercícios físicos

Fique tranquilo! Ninguém espera que você vire um atleta da noite para o dia. Porém, é inegável que a prática de exercícios pode ser uma grande aliada na luta contra o estresse e suas consequências.

Procure fazer ao menos 30 minutos de atividades físicas por dia. Elas podem incluir uma caminhada leve, andar de bicicleta e até mesmo prática de yoga ou de pilates.

Durma o suficiente

Um dos principais sintomas do estresse é, sem dúvida, a insônia. Isso acaba potencializando ainda mais a ocorrência do problema, contribuindo para que a situação se torne um ciclo sem fim.

Se você está tendo problemas nesse sentido, fale com seu médico e tente buscar alternativas que possam auxiliá-lo a ter um sono de qualidade (a atividade física é uma delas!).

É nesse período que seu corpo se regenera e deixa você pronto para o próximo dia. Por isso, dormir bem é um hábito que traz inúmeros benefícios à sua saúde.

Invista em um hobby

Não pense que trabalhar é a única coisa que importa! Tire um tempo para você mesmo, que será dedicado a fazer algo que você gosta. Isso pode ser qualquer coisa: ler um livro, assistir a um filme, fazer caminhadas ao ar livre, investir em trabalhos manuais, entre vários outros.

Fazer coisas que dão prazer e motivam a uma conexão consigo mesmo são, comprovadamente, ótimas maneiras de lidar com o estresse.

Saiba o que causa estresse em você

O autoconhecimento e a prática da consciência emocional são peças-chave para um combate efetivo ao estresse no trabalho. Saber identificar as causas do estresse levam a pessoa a saber lidar com as situações de forma mais efetiva.

Reflita sobre quais são seus gatilhos e quais situações deixam você ansioso ou deprimido. Saber exatamente o que faz mal a você é imprescindível para as próximas dicas.

Converse com alguém

Tendo em mente quais são as situações que deixam você estressado, fica mais fácil buscar ajuda, não é mesmo? Comunique-se! Converse com sua família, seus amigos e, se possível, com a empresa na qual trabalha. Faça amigos no ambiente de trabalho também.

Falar sobre o problema o torna real e ajuda a perceber que atitudes são necessárias para resolvê-lo. Nesse sentido, você poderá contar com a ajuda de outras pessoas durante o processo e não precisará enfrentar tudo sozinho, o que é sempre mais difícil. Além disso, desabafar pode ser uma ótima maneira de descarregar um pouco do estresse.

Pense positivo

Para a ciência, o impacto dos nossos pensamentos em nossa saúde já é um fato. As pessoas otimistas são mais saudáveis e se dão melhor em seus empregos. Isso acontece porque o estresse está atrelado ao pensamento negativo.

Por isso, tente modificar seus pensamentos ao longo do dia. Em vez de, por exemplo, pensar que será demitido caso se atrase, pense que chegará a tempo e que tudo dará certo. E não se esqueça: sempre se recompense mentalmente pelas suas conquistas (mesmo as pequenas). Você merece!

Estabeleça metas

As metas de longo prazo ajudam a pessoa a ter esperança e agem como um incentivo. Por exemplo, o sonho da casa própria. A perspectiva de comprar a própria casa impulsionará você a sempre se cuidar e fazer seu trabalho da melhor forma possível.

Já as metas de curto prazo, ou seja, as tarefas diárias, devem ser priorizadas e organizadas. Comece o dia fazendo aquilo que parece mais trabalhoso, mais estressante. Dessa forma, você se livrará logo do problema e ficará mais tranquilo durante o resto do dia.

E lembre-se: é normal sentir-se cansado e estressado. É importante reconhecer fraquezas e trabalhar nelas, mas também reconhecer seus pontos fortes é essencial.

Não queira bancar o super-herói tentando controlar o que está além do seu controle! Contenha suas emoções e, diante de uma situação estressante, mude a perspectiva, respire fundo e analise a situação mais de uma vez.

Além disso, também é função da empresa ter uma boa relação com seus funcionários e buscar minimizar ao máximo o estresse no trabalho. O investimento em saúde ocupacional, ginástica laboral e comunicação com os trabalhadores são pontos fundamentais para a saúde e o bem-estar de toda a empresa.

Então, agora que você conhece um pouco mais sobre a importância de lidar com o estresse no trabalho para ter uma boa qualidade de vida, siga nossa página no Facebook e fique por dentro das nossas atualizações!