O seguro de vida e acidentes pessoais é um benefício que está sendo cada vez mais adotado nas empresas do Brasil, isso porque é constatado que colaboradores que recebem benefícios corporativos tendem a ter um melhor desempenho em suas atividades. É bom para os funcionários e para a empresa, ou seja, todos ganham!

Mas você sabe quais as formas de incluir seus colaboradores numa apólice do seguro de vida e acidentes pessoais? Confira em nosso artigo quais são os principais meios e algumas diferenças entre eles. Na dúvida, entre em contato com um de nossos consultores.

Como acontece a inclusão no seguro de vida e acidentes pessoais

O primeiro passo é o preenchimento da proposta de adesão e da Declaração Pessoal de Saúde (DPS). Os documentos são encaminhados à seguradora para análise.

A aceitação é baseada nas condições gerais do contrato, dentre outros fatores, como por exemplo, que todos os envolvidos no grupo estejam em boas condições de saúde.

Os segurados podem ser incluídos na apólice conforme algumas condições escolhidas pela empresa, que é a estipulante.

Condições para a inclusão

Participação automática

Essa modalidade abrange todos os colaboradores da empresa, desde que tenham idade inferior ao estipulado na apólice. Normalmente, essa idade é de 65 anos, mas pode variar se acordado previamente.

Com a entrega de alguns documentos dos colaboradores, todos estão automaticamente segurados e o valor do capital segurado global é dividido pelo número de segurados. Assim, quanto mais colaboradores fizerem parte da apólice, menor será o valor da indenização a ser paga na data de um sinistro.

Participação facultativa ou por adesão

Este tipo de condição também possui um limite de idade e qualquer colaborador da empresa pode aderir. Também podem ser admitidos em alguns casos o cônjuge, os filhos, os enteados ou outros membros da família.

Na participação facultativa ou por adesão, os colaboradores podem ter que pagar parte ou a totalidade do prêmio (preço do seguro), sendo que a empresa desconta na folha salarial o valor e depois repassa à seguradora.

Normalmente, o custo do seguro de vida e acidentes pessoais é baixo, então as empresas pagam integralmente.

Feita a escolha da condição, os documentos estando certos e a seguradora aceitando a proposta, os colaboradores recebem certificados individuais do seguro, que é atualizado todos os anos.

Quer saber mais sobre seguro de vida e acidentes pessoais? Entre em contato com a New Action que um consultor irá esclarecer suas dúvidas.

%d blogueiros gostam disto: